top of page

NOTA - GOVERNO FEDERAL BLOQUEIO MAIS R$147 MILHÕES DO ORÇAMENTO DA REDE FEDERAL



O Diretório Central dos Estudantes do Instituto Federal de Tocantins - DCE/IFTO, declaramos que estamos preocupados com os estudantes e todo o sistema de educação federal que sofreu mais um corte dia 05 de outubro, por meio do Decreto 11.216, que altera o Decreto nº 10.961, de 11/02/2022, no valor de R$147 milhões. A esse valor soma-se o cancelamento já ocorrido em junho deste ano, totalizando um corte de mais de R$300 milhões.


Estamos atravessando momentos sombrios, não há como negar, nosso país jamais enfrentou ameaça maior do que enfrenta hoje, mas agora digo aos nossos estudantes, como seus representantes nós sempre iremos continuar defendendo o nosso Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e repelindo as forças que querem retirar ele de nós. Nunca foi tão importante a cooperação de todos vocês, assim como a compreensão das dificuldades pelas quais passamos.


Hoje com mais um decreto de desmonte e destruição que tem como intuito de fechamento das instituições públicas, como já de praxe desse governo, não somente como os cortes nos livros, mas também nos ataques ao funcionamento dos nossos Instituto Federais (IFs) e Universidades Federais (UFs). Além disso, não podemos esquecer, e é notório que na pandemia o aumento da desigualdade na educação prejudicou a todos.


Por isso, em reconhecimento ao empenho e à dignidade desses estudantes, do qual muitos não tem condições de se manter em uma Universidade Federal, e outros muitos que saem de longe para ter uma boa educação, as vezes com muita dificuldade para conseguir, e que estão sempre lutando para um futuro melhor, é que manifestamos extremamente o descontentamento de todos nós, que lutamos para ter uma educação e uma formação de qualidade. É desumano, é antiético, isso é uma falta de respeito aos Estudantes e a nossa comunidade, não queremos que isso continue, e que a mudança seja o anseio de todos.


 
50 visualizações0 comentário
bottom of page