top of page

SUA VOZ, NOSSA LUTA 2021-2022

A Gestão Todos Pela Educação surgi com o objetivo de continuar protagonizando a luta do movimento estudantil que evidenciou, nas ruas, nos dias 15 de maio e 14 de junho de 2019, a defesa da educação pública, gratuita, autônoma e de qualidade. Somos contrários à cobrança de mensalidade na universidade pública e defendemos a ampliação e melhoria da Rede Federal de Ensino. Manifestamos nosso receio e preocupação em relação ao Programa FUTURE-SE e nos colocamos como agentes ativos na defesa do nosso Instituto. Além disso, reconhecemos a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Estadual dos Estudantes (UEE) e os Centros Acadêmicos (CA’s) como entidades legítimas de representação reservada face a elas sua respectiva autonomia. Reforçamos nossa missão de fortalecer a raiz do movimento estudantil como um todo, com enfoque nos centros acadêmicos que
compõem o CEB (Conselho de Entidades Base), respeitando sua autonomia e importância. Sendo assim, convidamos todos os estudantes do IFTO a se juntarem conosco para construirmos ações que beneficiem os estudantes e defendam a nossa Instituição em continuidade às ações já desenvolvidas no ano de 2020 pela Gestão Todos Pela Educação.

 

Fonte: Plano de ação do DCE - Gestão 2021/2022

GESTÃO TODOS PELA EDUCAÇÃO 2020-2021

A Equipe Todos Pela Educação surgiu com o objetivo de continuar protagonizando a luta do movimento estudantil que evidenciou, nas ruas, nos dias 15 de maio e 14 de junho de 2019, a defesa da educação pública, gratuita, autônoma e de qualidade. Somos contrários à cobrança de mensalidade na universidade pública e defendemos a ampliação e melhoria da Rede Federal de Ensino.

Defendemos também a demissão imediata do Ministro da Educação Abraham Weintraub por considerarmos o mesmo nocivo ao nosso país vide os inúmeros casos de incompetência de gestão e o sistemático ataque feito às nossas Universidades e Institutos Federais.

 

Somos contrários à MP 914/2019 que modifica o processo de escolha dos dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (IF's) e REDUZ o voto dos estudantes ferindo claramente a nossa Constituição no que tange a autonomia universitária. Manifestamos nosso receio e preocupação em relação ao Programa FUTURE-SE e nos colocamos como agentes ativos na defesa do nosso Instituto.

 

Além disso, reconhecemos a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Estadual dos Estudantes (UEE) e os Centros Acadêmicos (CA’s) como entidades legítimas de representação reservado face a elas sua respectiva autonomia.

Sendo assim, convidamos a todas e a todos os estudantes do IFTO a se juntarem conosco para construirmos ações que beneficiem os estudantes e defendam a nossa Instituição em continuidade às ações já desenvolvidas no ano de 2019 pela Equipe Renovação.

 

Fonte: Plano de ação do DCE - Gestão 2020/2021